Um projeto que começou...

A corda dos Afetos

A "Corda dos Afetos" pode crescer num tempo indeterminado, vários anos, e vai circulando no teto e grades, passando posteriormente para outros espaços escolares. Pode partir de dois pontos distintos ou mais, encontrar-se e prosseguir...

Começou pelo grupo 500 (matemática) com objetivos de:

  • ocupar os alunos com uma atividade lúdica;
  • envolver toda a comunidade num projeto comum;
  • fomentar a sociabilidade entre os diferentes intervenientes da comunidade escolar;
  • levar os elementos da comunidade educativa a serem colaborativos num objetivo comum;
  • dinamizar a comunidade para interagir por um bem comum;
  • contribuir para que os espaços escolares tenham mais cor e mais vida;
  • despertar e desenvolver a sensibilidade estética e artística dos alunos (Áreas de Competências do Perfil dos Alunos);
  • desenvolver a destreza manual.


E AGORA?

Vamos continuar a nossa missão

 

Assim sendo, apela-se a todos os agentes da comunidade escolar (alunos, pais/encarregados de educação, professores, técnicos, pessoal administrativo, assistentes operacionais,...) que dêem o seu contributo, doando lãs ou fazendo um retângulo de tricot (45 a 50 malhas de largura e agulhas grossas) para que a corda cresça e vá colorindo cada vez mais o espaço escolar.

Assim todos vão contribuindo para o crescimento da "corda dos afetos".

Se a "corda" crescer o suficiente e cada elemento da comunidade se orgulhar do contributo que deu, certamente ela vai continuar a crescer ao longo de muitos anos.